Go to the content
or

Logo noosfero

Full screen
 RSS feed

Blog

April 15, 2011 0:00 , by Colivre.net - | No one following this article yet.

Cooperativas baianas cresceram acima do PIB em 2016

October 19, 2017 14:02, by Portal Bahia Cooperativo - 0no comments yet

simbolo-1

Em 2016, a economia brasileira registrou queda de 3,6%, após já ter encolhido em 3,8% um ano antes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já o Produto Interno Bruto (PIB) baiano teve uma queda de 4,9% em 2016 ante 2015, de acordo com a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI). Apesar desse cenário negativo, as cooperativas baianas cresceram 7,47% em relação à 2015, representando um patrimônio total na casa dos 3,4 bilhões de reais.

Esses dados positivos do cooperativismo baiano apontam que, apesar da recessão econômica do país, as cooperativas, no ano passado, tiveram bom desempenho, garantindo aos seus cooperados a divisão das sobras, já que nas cooperativas os donos são aqueles que a elas se associam de forma livre e voluntária e usufruem de seus resultados.

Vale ressaltar ainda que dos ativos totais de 2016 das cooperativas baianas, a participação do ramo crédito representa 44% do total, demonstrando a importância do setor para o desenvolvimento do cooperativismo baiano. Hoje, dia que é celebrado o Dia Internacional do Cooperativismo de Crédito, esses dados se somam a outros [veja aqui], confirmando que o cooperativismo de crédito vem crescendo no Brasil e no mundo inteiro e uma das maiores vantagens desse sistema são os juros adequados para atendimento de seus associados viabilizando os negócios dos mesmos.

Esses números ganham ainda maior importância para o Sistema Cooperativista Baiano quando se percebe que a expansão das cooperativas pode ser creditada ao esforço de todos que trabalham para isso e acreditam no quanto o cooperativismo pode ajudar a transformar, para melhor, a vida das pessoas.

Por Ascom Sistema OCEB

Imagens capturadas da Internet

Fontes consultadas: Valor Econômico / Correio da Bahia / Base de dados da OCEB / Caderno Especial Cooperativismo do Jornal A Tarde

 

Veja o cartão celebrativo do Sistema OCEB:



Cooperativas baianas participam de Oficinas voltadas para saúde e qualidade de vida

October 17, 2017 13:17, by Portal Bahia Cooperativo - 0no comments yet

baixa-grande

Cooperados e funcionários das cooperativas baianas - Sicoob Central BA, Sicoob Cred Executivo, Sicoob Cooperbom, Sicoob Norte Sul, Cooproeste, Sicoob Coopec, Sicredi Região Sul e Sicoob Sertão - vivenciaram momentos voltados para o cuidado com a saúde e bem-estar dentro das suas dinâmicas de trabalho. De julho até outubro, o SESCOOP/BA promoveu Oficinas de Qualidade de Vida, que foram executadas pela Cooperativa de Trabalho dos Fisioterapeutas da Bahia - Unifisio, proporcionando, aos participantes, atividades de promoção da saúde, qualidade de vida e segurança do trabalho.

Os profissionais que conduziram as oficinas realizaram palestras orientando sobre a prática do autocuidado e da importância de estabelecer uma rotina mais saudável para melhorar a flexibilidade corporal, aumentar a disposição para realização de atividades e reduzir os riscos de lesões. Além das palestras sobre ergonomia e felicidade no trabalho, as oficinas contaram na etapa prática com Ginástica Laboral, Pilates, Relaxamento, Tikun, técnica de meditação e movimento, e aplicação de Kinésio tape, método realizado com fitas adesivas para auxiliar no tratamento de lesões traumáticas de nervos e músculos. Em algumas cooperativas também ocorreu a Oficina de Autoconhecimento com atividade lúdica de recorte e montagem de painéis sobre a temática “relação com o trabalho e consigo mesmo”.

O público participante avaliou positivamente a realização das oficinas e demonstrou interesse de vivenciar mais iniciativas que estimulem a disposição física e mental. Taiane Aguiar, Analista de Gestão de Pessoas do Sicoob Central BA, aprendeu técnicas e exercícios de meditação e destacou que os exercícios podem virar hábito para trabalhar melhor corpo e mente. Já Thainá Carvalho, Auxiliar de Controladoria da Sicredi Região Sul, disse que os colaboradores da cooperativa gostaram da oficina e as vivências serviram para combater o stress e que muitos pretendem aprofundar os conhecimentos sobre as terapias apresentadas e praticá-las.

Para Sandra Cohim, presidente e gestora do núcleo empresarial da Unifisio, as ações, mesmo sendo pontuais, tiveram relevante receptividade das cooperativas participantes. “Todas tiveram um discurso de agradecimento, principalmente aquelas que ainda não tinham experenciado Oficinas de Qualidade de Vida”. Ela ressaltou também que os assuntos das palestras foram relacionados às demandas das cooperativas e que na palestra “Felicidade no trabalho: Utopia?” foi abordado sobre a atuação do Sistema Cooperativista de proporcionar felicidade aos cooperados e o quanto os próprios cooperados podem ajudar nesse processo ao cuidar de si mesmos.

Ações com esse perfil e objetivo demonstram o compromisso do SESCOOP/BA em buscar alcançar a felicidade e bem-estar dos cooperados, como está previsto em um dos seus objetivos estratégicos: “Apoiar iniciativas voltadas para a saúde e segurança no trabalho e de qualidade de vida”.

Por Ascom SESCOOP/BA

Fotos cedidas pela Unifisio



Encontro reúne gestores das Unidades Estaduais do Sistema OCB da região Nordeste

October 13, 2017 12:00, by Portal Bahia Cooperativo - 0no comments yet

reuniao-presidentes-e-superintendentes-ne-4

Dirigentes, superintendentes e assessores jurídicos das Unidades Estaduais do Sistema OCB da região Nordeste se reuniram nos dias 10 e 11 e outubro, em Salvador/BA, para debater sobre questões importantes relacionadas à reestruturação do cooperativismo regional. O encontro contou com presença de lideranças cooperativistas de oito estados brasileiros: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Pernambuco e Sergipe.

O presidente do Sistema OCEB e anfitrião da reunião, Cergio Tecchio, deu as boas-vindas falando sobre a boa repercussão da Campanha “Coopere com a Vida – Seja doador de órgãos e avise a sua família no estado” e a apresentação do vídeo que mostra a mobilização e adesão dos soteropolitanos a essa campanha durante a quinta caminhada cooperativista. O gestor também convidou os outros líderes nordestinos a promover ações com esse perfil de forma conjunta para demonstrar, cada vez mais, o quanto o cooperativismo pode agregar a essas causas sociais que buscam a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

A relevância desse tipo de encontro, que já faz parte da agenda regional, é uma oportunidade para troca de experiências e alinhamento sobre os serviços que o Sistema OCB/SESCOOP prestam às cooperativas no Nordeste. E, dessa vez, a pauta contemplou assuntos relacionados ao modelo de governança das unidades regionais, ações que integram o projeto de formação cooperativista para o nordeste, além de apresentações e nivelamento das propostas de Convenções Coletivas de Trabalho.

Os participantes debateram sobre a proposta dos modelos de governança das unidades estaduais do Sescoop, a partir de um estudo feito nacionalmente, buscando formas de implementar essa mudança de acordo com as realidades e estruturas das entidades. Além disso, o grupo dialogou sobre temas relacionados com a melhoria da gestão e profissionalização das cooperativas, monitoramento e promoção social.

Para Malaquias Ancelmo de Oliveira, Presidente da Federação dos Sindicatos e Organizações das Cooperativas do Estado do Nordeste (FECOOP/NE) e presidente do Sistema OCB/PE, esse encontro oportunizou o alinhamento de posições, técnicas e conhecimentos para que outros estados do Nordeste possam participar com ganhos para as cooperativas porque, no final das contas, “o que nós queremos mesmo é melhorar as condições de vida do cooperado, é para isso que se faz cooperativa, tanto na área urbana quanto na rural, porque a busca da felicidade das pessoas é o que importa de quem faz cooperativismo. Ser feliz só é muito bom, ser feliz junto é melhor ainda e o cooperativismo é a grande oportunidade que nós temos de juntos sermos felizes e construirmos um mundo melhor para nós e para os nossos filhos”, concluiu.

Os encaminhamentos acordados na reunião e o compromisso assumido pelos gestores servirão de subsídio para o direcionamento das atividades sistêmicas, com vistas ao desenvolvimento sustentável do cooperativismo regional.



SESCOOP/BA promove há sete anos o Workshop dos Profissionais de Secretariado

October 5, 2017 12:57, by Portal Bahia Cooperativo - 0no comments yet

workshop-secretarido-2017-6

O sétimo Workshop dos Profissionais de Secretariado da Bahia foi realizado nos dias 28 e 29 de setembro de 2017, em Salvador, e reuniu secretárias e profissionais que assessoram os Conselhos e a Diretoria Executiva das cooperativas do Estado da Bahia, vinculadas ao Sistema OCEB.

O evento, promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado da Bahia - SESCOOP/BA, oportunizou ao público participante adquirir conhecimentos atualizados sobre habilidades e atitudes essenciais do profissional de secretariado e como aplica-los nas atividades diárias das cooperativas em que atuam. 

No primeiro dia do workshop, a palestrante Cristiane Lima Araújo ministrou a palestra “Inteligência Emocional no Contexto Empresarial”, temática atual que despertou o interesse dos participantes. Juliana Silva, secretária da Cooperativa de Administração e Apoio Logístico – COOPERALOGIS, situada no município de Itaberaba, destacou que a palestra a fez aprender bastante a como lidar melhor com as pessoas, e que essa atitude terá um reflexo positivo no desenvolvimento do seu trabalho. A programação também contou com a apresentação feita pelo presidente do Sistema OCEB, Cergio Tecchio, sobre o cooperativismo e seus elementos essenciais, reforçando o entendimento dos presentes a respeito da cultura da cooperação, da doutrina, dos valores e princípios do cooperativismo.

Dando continuidade, foi realizado o curso sobre temas relacionados ao comportamento do profissional de secretariado e suas habilidades profissionais e gerenciais. A instrutora Moyra Longhi conduziu a capacitação de forma participativa e apresentou dicas e informações úteis sobre atendimento, comunicação, redação de correspondências, conduta e etiqueta profissional, dentre outros assuntos. Segundo Moyra, o mercado de trabalho é muito exigente e essa área de secretariado executivo mudou muito ao longo dos anos, sendo considerada, atualmente, uma área estratégica, por isso, os profissionais precisam ter habilidades e competências diferenciadas. Dessa forma, “esse tipo de capacitação é de fundamental importância para agregar valor para o quê os profissionais fazem no dia a dia”, ressaltou. 

Essa opinião é compartilhada por Nubia Silva, secretária da Cooperativa de Trabalho de Transporte Rodoviário de Passageiros, Executivos e Turísticos de Simões Filho – COOTRANSPEX, pois com o curso ela pode se atualizar, considerando as mudanças na dinâmica de trabalho do profissional de secretariado. “Com certeza, trouxe experiências novas e que levarei para o meu dia-dia”, afirmou.

A expectativa da participante Lorena Santos Ribeiro, secretária da Cooperativa de Capacitação, Prestação de Serviços e Assistência Técnica - COOPERCAP, situada em Ruy Barbosa, foi atendida: “É um prazer imenso participar de mais um Workshop de Secretariado realizado pelo SESCOOP/BA. Todo ano aguardo com grande expectativa por este treinamento, sempre esperando desenvolver ainda mais as minhas habilidades de maneira prática e eficiente e, ao término do evento, temos sempre a sensação de ter ido além do que esperávamos”.

O SESCOOP/BA tem buscado, ao longo dos últimos sete anos, realizar eventos e capacitações que disseminem novos conhecimentos aliados à doutrina cooperativista, visando contribuir com o trabalho do profissional de secretariado nas cooperativas.

Por Ascom SESCOOP/BA



Cooperativas baianas participam de intercâmbios sobre boas práticas de gestão

October 4, 2017 14:52, by Portal Bahia Cooperativo - 0no comments yet

capa

Desde março de 2017, o SESCOOP/BA tem promovido eventos e capacitações para incentivar e preparar as cooperativas baianas para a participação no PDGC - Programa de Desenvolvimento da Gestão das Cooperativas. Já foram realizados workshops, visitas técnicas, oficinas de elaboração de planejamento estratégico e, agora, foi a vez dos Intercâmbios de Boas Práticas de Gestão.

Grupos formados por representantes de diversas cooperativas da Bahia, dos ramos agropecuário, crédito, educacional, saúde, trabalho e transporte foram a outros estados para conhecer cooperativas reconhecidas pelo Prêmio Sescoop Excelência de Gestão e que utilizam o PDGC como ferramenta de gestão.

O primeiro intercâmbio ocorreu nos dias 19 e 20 de setembro, com a presença de 33 representantes das cooperativas de crédito, que visitaram a VIACREDI - Cooperativa de Crédito Vale do Itajaí; a COOPER - Cooperativa de Consumo Vale do Itajaí e o SICOOB CENTRAL SC/RS - Cooperativa Central de Crédito de Santa Catarina. Já nos dias 20 e 21 de setembro um outro grupo, composto por 30 representantes dos ramos educacional e trabalho, seguiu para Brasília/DF para conhecer a COOPLEM - Cooperativa de Ensino de Língua Estrangeira Moderna; a COOPQUERUBIM - Cooperativa de Trabalho e Ensino e participar do programa Portas Abertas na sede do Sistema OCB. Já nos dias 26 e 27 de setembro os 20 representantes das cooperativas dos ramos agropecuário, saúde e transporte foram a Santa Catarina e visitaram a Cooperativa Central Aurora Alimentos – AURORA; a Cooperativa Agroindustrial Alfa – COOPERALFA e a Cooperativa de Trabalho Médico da Região Oeste Catarinense - UNIMED CHAPECÓ.

Em todos os intercâmbios os participantes conheceram sobre as histórias, os serviços e produtos oferecidos pelas cooperativas; quais são seus diferenciais competitivos; como atuam em relação à gestão, governança e sustentabilidade e qual o reflexo dos negócios na economia das regiões, ​no desenvolvimento das pessoas e na qualidade de vida e quais os benefícios trazidos pela implementação do PDGC. Os grupos também percorreram os ambientes das cooperativas e tiveram ricas trocas de experiências e conhecimentos.

Veja a opinião de alguns participantes sobre os intercâmbios:

PROVEITOSO - “Com certeza, toda a estrutura que vimos das outras cooperativas e a troca de informações sobre as boas práticas do PDGC apresentadas foram muito proveitosas para todos os ramos de cooperativas representados no intercâmbio”, disse o vice-presidente da COOMAP, Wellington de Freitas.

PRODUTIVO – “Foi um intercâmbio altamente produtivo”. A maturidade dos princípios cooperativistas entranhados nas culturas das cooperativas visitadas, a educação cooperativista para sucessão e a preocupação com a sustentabilidade chamaram a atenção da Dra. Rosângela Carvalho de Melo, cooperada da Unimed Itabuna. “A promoção do intercâmbio é uma iniciativa fantástica do SESCOOP/BA para abrir o horizonte das cooperativas baianas. Precisamos ver esses exemplos positivos para nos estimular mais e mais a enfrentar os desafios”, concluiu.

SIGNIFICATIVO – “Experiência dessa natureza é algo muito rico e significativo, pois apresenta várias possibilidades, dentre elas a interação com novas pessoas, o networking tão importante para a gestão e a troca de experiências tão saudável no meio cooperativista. Tivemos a oportunidade de visitar duas cooperativas distintas, porém se destacam como cases de sucesso na gestão e ficou claro que a determinação, compromisso, envolvimento e investimento nas pessoas é algo presente na gestão das duas cooperativas”, relatou e avaliou Alaerte Aronia, presidente do Conselho de Administração da COPERIL.

MOTIVAÇÃO – “A programação de palestras e visitas às cooperativas da capital federal e à unidade nacional do Sistema OCB, bem como a visita ao Museu de Valores e Palestra de Educação Financeira no Banco Central do Brasil, ampliaram os conhecimentos sobre gestão cooperativista e motivaram o grupo a desenvolver novos projetos”, opinou Marília Reis, presidente da Cooliba - Cooperativa de Trabalho dos Profissionais Liberais da Bahia.

BOAS PRÁTICAS - “As experiências visitadas demonstram e ensinam que as mudanças nas organizações são precedidas por mudanças nas pessoas. As boas práticas não são espontaneistas, elas precisam ser planejadas, executadas e avaliadas com indicadores mensuráveis e verificáveis. Se as cooperativas não traçarem suas rotas não saberão se estão no caminho certo. Quando não sabemos onde chegar, qualquer caminho serve. Mas nós não constituímos cooperativas para chegar a qualquer lugar, e sim para gerar dignidade e felicidades na vida das pessoas, onde elas estiverem. Isso requer planejamento e alinhamento de boas práticas e aperfeiçoamento da gestão fazendo bem o que precisa ser feito”, refletiu Maria Vandalva Lima, Presidente do Conselho do Sicoob Coopere.

Por Ascom SESCOOP/BA