Go to the content
or

Logo noosfero

Full screen
 RSS feed

Blog

April 15, 2011 0:00 , by Colivre.net - | No one following this article yet.

Estudantes da Coperil recebem menção honrosa em Olimpíada de Química

October 30, 2012 3:00, by Portal Bahia Cooperativo - 0no comments yet

A educação cooperativista tem mais um grande motivo para comemorar. Estudantes da Cooperativa de Ensino da Região de Irecê - Coperil foram bem sucedidos na edição 2012 da Olimpíada Baiana de Química (OBAQ) e receberão menção honrosa. A solenidade de premiação ocorrerá nesta quarta-feira (31/10), às 19 horas, no Salão Nobre da Reitoria da UFBA.

A OBAQ é um evento do Programa Nacional Olimpíadas de Química, promovido pela Associação Brasileira de Química (ABQ), sendo também uma atividade de extensão do Instituto de Química da Universidade Federal da Bahia - UFBA.

No evento de premiação será realizada a palestra "Os cientistas e os hackers: tudo a ver!", pelo Prof. Associado da UFBA, Dr. Nelson De Lucca Pretto.

A OCEB e o Sescoop Bahia parabenizam os alunos abaixo listados pelo brilhante desempenho.

Menção Honrosa
  • Hellen Christina Araújo Dourado
  • João Victor Pereira Magalhães
  • Adam Matos Martins
  • Hélen Lima Gomes
Classificados
  • Breno Batista de Oliveira
  • Fabiola Ferreira Barreto
  • Vítor Vieira de Castro Dourado
  • Clara Lis dos Anjos Santos
  • Sabryna Moreira Maciel Dias
  • Larissa Figueiredo de Oliveira
  • Cindy Fernandes Pinho
  • Thenisson Amorim de Souza



Estudantes da Coperil recebem menção honrosa em Olimpíada de Química

October 30, 2012 0:00, by Colivre.net - 0no comments yet

A educação cooperativista tem mais um grande motivo para comemorar. Estudantes da Cooperativa de Ensino da Região de Irecê - Coperil foram bem sucedidos na edição 2012 da Olimpíada Baiana de Química (OBAQ) e receberão menção honrosa. A solenidade de premiação ocorrerá nesta quarta-feira (31/10), às 19 horas, no Salão Nobre da Reitoria da UFBA.

A OBAQ é um evento do Programa Nacional Olimpíadas de Química, promovido pela Associação Brasileira de Química (ABQ), sendo também uma atividade de extensão do Instituto de Química da Universidade Federal da Bahia - UFBA.

No evento de premiação será realizada a palestra "Os cientistas e os hackers: tudo a ver!", pelo Prof. Associado da UFBA, Dr. Nelson De Lucca Pretto.

A OCEB e o Sescoop Bahia parabenizam os alunos abaixo listados pelo brilhante desempenho.

Menção Honrosa
  • Hellen Christina Araújo Dourado
  • João Victor Pereira Magalhães
  • Adam Matos Martins
  • Hélen Lima Gomes
Classificados
  • Breno Batista de Oliveira
  • Fabiola Ferreira Barreto
  • Vítor Vieira de Castro Dourado
  • Clara Lis dos Anjos Santos
  • Sabryna Moreira Maciel Dias
  • Larissa Figueiredo de Oliveira
  • Cindy Fernandes Pinho
  • Thenisson Amorim de Souza



Sescoop Bahia atualiza seu Planejamento Estratégico 2013 visando ampliar a atuação das cooperativas baianas

October 29, 2012 3:00, by Portal Bahia Cooperativo - 0no comments yet

Com o intuito de atualizar seu Planejamento Estratégico - 2013 frente às novas necessidades das cooperativas baianas e exigências do mercado, O Sescoop Bahia realizou nos dias 25 e 26 de outubro uma oficina de trabalho com a presença dos seus funcionários, conselheiros fiscais e administrativos, presidente e superintende, além da Assessoria em Gestão Estratégica do Sescoop Nacional.
De acordo com Cergio Tecchio, presidente da OCEB-SESCOOP/BA, a reavaliação do Planejamento Estratégico já estava previsto desde o momento da sua concepção. "Anualmente fazemos uma reavaliação para adequar as novas necessidades das cooperativas no estado da Bahia. Nesses dois dias, observamos que algumas coisas que tínhamos planejado já não fazem mais sentido, outras tivemos que aperfeiçoar à nova realidade do cooperativismo baiano e à nova conjuntura econômica social do país. Além disso, tivemos que levar em consideração a nova estrutura interna da OCEB e Sescoop/BA, e da organização do sistema cooperativista", completa.
Segundo Carlos Magno, Analista de Gestão Estratégica do Sescoop Nacional, o Tribunal de Contas da União - TCU exige que toda metodologia de planejamento seja informada e praticada. "Todo planejamento estratégico tem uma forte atração pela gaveta. Se ele não for revisitado e sempre atualizado, ele acabará sendo arquivado e não será colocado em prática. Nossa visita ao Sescoop Bahia é importante para que seja adotada a metodologia de planejamento estratégico, consequentemente, os projetos e ações estejam alinhados sistemicamente a todo o Sescoop", revela.
A oficina foi realizada em algumas etapas, a saber: Apresentação do Plano Estratégico Sescoop 2010-2013; Apresentação do Plano de Trabalho 2012; Análise dos desafios do Cooperativismo e dos ambientes externo e interno, na Bahia; Atualização do Plano Estratégico: Agenda Estratégica – exercício 2013; e Indicação de Projetos para implantação do Plano Estratégico- 2013. "Temos necessidade de reavaliar aquilo que já foi feito há dois anos, identificar o que é essencial, ter consciência daquilo que é possível fazer em curto prazo, e alinhar o pensamento junto ao Sescoop Nacional", declara Sandra Cohin, Conselheira Administrativa do Sescoop/BA e associada da Unifisio.
Conforme aborda Marineuza Barbosa, Conselheira Fiscal do Sescoop/BA e membro da Cooliba, a atualização do Planejamento ajuda na realização de ações eficazes para as cooperativas. "Foi muito importante para conhecermos os projetos que estão sendo trabalhados em prol das cooperativas. Nossa participação é extremamente importante porque nós somos partes interessadas e temos muito a contribuir", conclui. Para José Raimundo, que também integra o Conselho Fiscal do Sescoop/BA e faz parte da Univan, o evento foi importante porque teve a integração dos Conselhos Fiscal e Administrativo. "Tivemos uma ideia de como o Sescoop está se planejando, assim vamos saber o que cobrar da Instituição durante o ano", ressalta.
"Uma ameaça muito grande ao cooperativismo é a baixa profissionalização que se observa nas cooperativas, o que dificulta a evolução do trabalho. A marca do cooperativismo ainda não está suficientemente forte. Precisamos trabalhar em cima disso", ressalta Antônio Luis Feitosa, Assessor de Gestão Estratégica do Sescoop Nacional, ao identificar as ameaças ao cooperativismo baiano.
"Estamos ampliando nossa visão e atuação no mercado de trabalho. Estamos assumindo com as cooperativas o compromisso de fazer um trabalho mais amplo, onde a OCEB e o Sescoop/BA podem contribuir ainda mais para o desenvolvimento do cooperativismo na Bahia", ressalta Cergio Tecchio.


Sescoop Bahia atualiza seu Planejamento Estratégico 2013 visando ampliar a atuação das cooperativas baianas

October 29, 2012 0:00, by Colivre.net - 0no comments yet

Com o intuito de atualizar seu Planejamento Estratégico - 2013 frente às novas necessidades das cooperativas baianas e exigências do mercado, O Sescoop Bahia realizou nos dias 25 e 26 de outubro uma oficina de trabalho com a presença dos seus funcionários, conselheiros fiscais e administrativos, presidente e superintende, além da Assessoria em Gestão Estratégica do Sescoop Nacional.
De acordo com Cergio Tecchio, presidente da OCEB-SESCOOP/BA, a reavaliação do Planejamento Estratégico já estava previsto desde o momento da sua concepção. "Anualmente fazemos uma reavaliação para adequar as novas necessidades das cooperativas no estado da Bahia. Nesses dois dias, observamos que algumas coisas que tínhamos planejado já não fazem mais sentido, outras tivemos que aperfeiçoar à nova realidade do cooperativismo baiano e à nova conjuntura econômica social do país. Além disso, tivemos que levar em consideração a nova estrutura interna da OCEB e Sescoop/BA, e da organização do sistema cooperativista", completa.
Segundo Carlos Magno, Analista de Gestão Estratégica do Sescoop Nacional, o Tribunal de Contas da União - TCU exige que toda metodologia de planejamento seja informada e praticada. "Todo planejamento estratégico tem uma forte atração pela gaveta. Se ele não for revisitado e sempre atualizado, ele acabará sendo arquivado e não será colocado em prática. Nossa visita ao Sescoop Bahia é importante para que seja adotada a metodologia de planejamento estratégico, consequentemente, os projetos e ações estejam alinhados sistemicamente a todo o Sescoop", revela.
A oficina foi realizada em algumas etapas, a saber: Apresentação do Plano Estratégico Sescoop 2010-2013; Apresentação do Plano de Trabalho 2012; Análise dos desafios do Cooperativismo e dos ambientes externo e interno, na Bahia; Atualização do Plano Estratégico: Agenda Estratégica – exercício 2013; e Indicação de Projetos para implantação do Plano Estratégico- 2013. "Temos necessidade de reavaliar aquilo que já foi feito há dois anos, identificar o que é essencial, ter consciência daquilo que é possível fazer em curto prazo, e alinhar o pensamento junto ao Sescoop Nacional", declara Sandra Cohin, Conselheira Administrativa do Sescoop/BA e associada da Unifisio.
Conforme aborda Marineuza Barbosa, Conselheira Fiscal do Sescoop/BA e membro da Cooliba, a atualização do Planejamento ajuda na realização de ações eficazes para as cooperativas. "Foi muito importante para conhecermos os projetos que estão sendo trabalhados em prol das cooperativas. Nossa participação é extremamente importante porque nós somos partes interessadas e temos muito a contribuir", conclui. Para José Raimundo, que também integra o Conselho Fiscal do Sescoop/BA e faz parte da Univan, o evento foi importante porque teve a integração dos Conselhos Fiscal e Administrativo. "Tivemos uma ideia de como o Sescoop está se planejando, assim vamos saber o que cobrar da Instituição durante o ano", ressalta.
"Uma ameaça muito grande ao cooperativismo é a baixa profissionalização que se observa nas cooperativas, o que dificulta a evolução do trabalho. A marca do cooperativismo ainda não está suficientemente forte. Precisamos trabalhar em cima disso", ressalta Antônio Luis Feitosa, Assessor de Gestão Estratégica do Sescoop Nacional, ao identificar as ameaças ao cooperativismo baiano.
"Estamos ampliando nossa visão e atuação no mercado de trabalho. Estamos assumindo com as cooperativas o compromisso de fazer um trabalho mais amplo, onde a OCEB e o Sescoop/BA podem contribuir ainda mais para o desenvolvimento do cooperativismo na Bahia", ressalta Cergio Tecchio.


Representantes das cooperativas baianas discutem o papel do cooperativismo no desenvolvimento do Estado em Encontro Estadual

October 24, 2012 0:00, by Colivre.net - 0no comments yet

O segundo dia de atividades do II Encontro Estadual de Cooperativas Baianas foi marcado por um ciclo de palestras com profissionais renomados em torno do tema: "O cooperativismo no desenvolvimento do Estado". Além disso, o público visitou os stands das cooperativas e conheceu os produtos e serviços oferecidos pelas organizações.

"Este evento se apresenta como uma realização muito importante porque amplia o grau de integração entre as cooperativas. O Sistema Cooperativista Baiano está em pleno desenvolvimento, mas precisa ainda de uma maior intercooperação. Este evento traz essa proposta com excelentes discussões", revelou Eduardo Ferreira da COAPSERI, de Juazeiro.

"O Cooperativismo como Instrumento Democrático no Desenvolvimento Sustentável da Sociedade" foi a primeira palestra do dia, ministrada pelo presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras - OCB, Márcio Lopes. De acordo com dados apresentados pelo presidente, em 2011, existiam 6.586 cooperativas no Brasil atuantes em 13 ramos de atividades econômicas, o que significa 296.286 empregos diretos gerados pelas cooperativas.

Matthias Knoch, coordenador da Confederação Alemã das Cooperativas no Brasil enriqueceu a discussão com "Cases das Cooperativas Alemãs no Desenvolvimento das Comunidades". "O cooperativismo alemão já passou por alguns desafios que o cooperativismo brasileiro ainda passará. A fragmentação do cooperativismo e a falta de profissionalização da gestão cooperativista foram alguns deles. A profissionalização, a intercooperação, fusões de cooperativas e a busca de novas áreas de atuação foram caminhos que nos levaram a superar a concorrência de mercado. Acredito que o Brasil poderá adotar uma postura parecida", reforçou Knoch.

O evento contou ainda com a palestra "Geração de Negócios com o Cooperativismo Empreendedor com Vistas ao Desenvolvimento da Sociedade", realizada pelo Gerente da Unidade de Acesso a Mercados e Serviços Financeiros - UAMSF, Dr. Paulo César Carvalho Alvim.

Com o intuito de apresentar as "Oportunidades de Negócios para as Cooperativas na Estratégia de Desenvolvimento do Estado da Bahia", a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia – SEI, através do Coordenador de Acompanhamento, Luís Mário, fez uma apresentação no evento. As explanações foram finalizadas com a apresentação artística de Dalmir Santana, que evidenciou a cooperação como uma estratégia para a gestão de pessoas e o desenvolvimento sustentável.

Segundo o presidente da OCEB-SESCOOP/BA, Cergio Tecchio, a grande participação das cooperativas no evento foi bastante positiva e enriquecedora. "Queríamos transmitir às cooperativas a necessidade de serem empreendedoras, no sentido de buscarem novos mercados de atuação. Isso é muito importante para o crescimento do cooperativismo baiano. A presença de todos foi muito importante para a OCEB e o SESCOOP/BA", revelou Tecchio.

O II Encontro Estadual de Cooperativas Baianas foi realizado nos dias 18 e 19 de outubro, no Hotel Fiesta, em Salvador/BA, pelo Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado da Bahia - OCEB e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado da Bahia - SESCOOP/BA; com patrocínio da Desenbahia; patrocínio máster da Petrobras e BNB; e apoio da DGRV, OCB, COLIVRE, SEI, SETRE E SEBRAE.